Resultado da pesquisa de satisfação sobre a I Secap

A Comissão Gestora da I Secap (Semana Científica do Agreste Pernambucano) disponibilizou, no período de 29/11 a 20/12, uma pesquisa de satisfação para que os participantes avaliassem diversas categorias do evento. O questionário continha 12 perguntas relacionadas à satisfação, divulgação, programação, transmissão de informações, entre outras.

Ele também contou com um espaço para comentários com o objetivo de saber quais foram os pontos positivos e negativos segundo os participantes. Esse questionário foi enviado por e-mail a partir da plataforma utilizada para a realização das inscrições. Destaca-se que, em uma escala de 5 estrelas (onde 1 estrela significava “péssimo” e 5 significava “excelente”), a maioria das questões foram respondidas com 4 e 5 estrelas.

         As perguntas mais assinaladas positivamente foram sobre a facilidade do credenciamento e a possibilidade de participar de algum dos nossos eventos no futuro. A facilidade de credenciamento foi avaliada com 4 ou 5 estrelas por  92,8% (102 participantes). Ao passo que a mesma avaliação foi dada por 89,1% (98 participantes) sobre a possibilidade de participar de algum dos nossos eventos no futuro.

             Isso reflete que, dentre as pessoas que responderam à pesquisa, a maioria delas considerou o credenciamento como fácil na I Secap. Além disso, ainda mais importante, a partir desses resultados considera-se também que a maioria das pessoas pretende participar de outros eventos promovidos pela organização no futuro, o que reforça a boa qualidade do que foi proposto.

         As perguntas mais assinaladas negativamente foram sobre a transmissão de informações virtualmente (e-mail e redes sociais) e presencialmente. Em ambas, um total de 7 pessoas avaliaram com 1 e 2 estrelas. Isso significa que, para algumas pessoas, a transmissão de informações não foi satisfatória. Ressalta-se que foi disponibilizado um e-mail para contato durante as inscrições e uma central de informações em todos os turnos de 3 dos 5 dias de evento. Essa evidência servirá para que a organização elabore formas mais eficazes de resposta virtual e presencialmente nos próximos eventos.

         Tivemos também 58 comentários enviados pelos respondentes, onde os comentários positivos mais frequentes se referiram à: qualidade e diversidade das atividades e palestrantes; quantidade e eficiência de monitores disponíveis para resolução de problemas; sinalização dos locais (com placas e mapas) e à assistência da equipe organizadora. Por sua vez, os comentários negativos se concentraram na ausência de coffee break; no estilo de apresentação de trabalhos provenientes de editais sem bolsa (banner); na falta de intervalos entre as atividades; na carga horária e no choque de horários entre atividades da mesma área de conhecimento.

         A Comissão Gestora do evento destaca que a ausência de coffee break é justificada porque o valor financeiro obtido por patrocínio e o valor cobrado aos participantes (considerado baixo visto a magnitude do evento), foram insuficientes para oferecer este recurso, uma vez que o evento durou 5 dias e em 4 deles, funcionou durante os três turnos.

         Quanto ao estilo de apresentação de trabalhos, apenas durante o evento foi percebida uma falha na comunicação entre a comissão organizadora e outros setores da Universidade. A primeira adotou o estilo de comunicação oral para os estudantes bolsistas levando em consideração a obrigatoriedade de apresentação dos trabalhos exigida pelos editais de fomento, sem ter conhecimento de que os demais participantes de editais tinham recebido essa mesma exigência. A Comissão Gestora destaca que a apresentação em comunicação oral não foi disponibilizada para todos os participantes devido à quantidade de trabalhos submetidos e apresentados, além do número reduzido de avaliadores.

         Compreende-se a importância da explanação desses e outros comentários para melhorias futuras. Com isso,  pretende-se amenizar tais aspectos nas próximas edições após a elaboração de estratégias e uma comunicação mais eficaz com as outras instâncias da universidade.

Quando perguntados sobre a avaliação geral do evento, 40% (n= 44) dos participantes que responderam à pesquisa avaliaram este item com 5 estrelas e outros 40% (n= 44) avaliaram com 4 estrelas. Isso significa que, em linhas gerais, 80% dos participantes da pesquisa avaliaram a I Semana Científica do Agreste Pernambucano positivamente. 

Por fim, a Comissão Gestora já informa que a segunda edição da Secap ocorrerá de 19 a 23 de outubro de 2020!!!