Licenciatura em Ciências Sociais

O Curso de Licenciatura em Ciências Sociais foi aprovado pelos Conselhos Superiores da UPE em março último, e seu primeiro vestibular será realizado em 2012. O curso é oferecido no Campus Santo Amaro, com duração de quatro anos, ou seja, oito semestres, totalizando uma carga horária de 3.130 horas.

 

Perfil do Curso 

O curso está estruturado com base em uma concepção problematizadora das teorias sociais e seus métodos, oferecendo uma formação com ênfase no pluralismo de ideias e de concepções pedagógicas e na valorização e qualificação do profissional que atua em diferentes espaços educativos, assim como em projetos sociais de educação não formal.

 

Área de Atuação

O profissional está apto para atuar no magistério de instituições públicas e privadas de Educação Básica (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio) e em cursos livres, podendo atuar, também, em atividades de planejamento, consultoria, formação e assessoria em empresas públicas – atendendo às demandas das políticas públicas e privadas; cooperar técnica e pedagogicamente quanto à elaboração, gestão e ao controle social dos programas e projetos educacionais em organizações não governamentais, partidos políticos, movimentos sociais e atividades similares como as realizadas em Prefeituras e Câmaras Legislativas. A formação lhe permitirá atuar em áreas diversas, como Educação, Saúde, Meio Ambiente, Planejamento Urbano, Habitação, Comunicação, Trabalho, Recursos Humanos, dentre outras.

 

Perspectivas do Mundo de Trabalho

Nos últimos anos, o trabalho do cientista social, que esteve restrito à atividade acadêmica, vem ganhando novos campos de atuação profissional, provenientes da redemocratização do país, das novas demandas sociais e dos desafios introduzidos pelo fenômeno da globalização. Hoje, o campo de trabalho para o cientista social está situado: no setor público, nos processos de articulação com a sociedade e com as comunidades; no aperfeiçoamento da produção de políticas sociais; nas empresas, cada vez mais envolvidas em ações de responsabilidade social; no chamado terceiro setor, composto de organizações não governamentais dedicadas ao desenvolvimento de intervenções sociais; na indústria cultural, cada vez mais interessada no estudo da memória coletiva e das identidades culturais; nas escolas públicas e particulares, por causa da introdução da obrigatoriedade da disciplina de Sociologia no Ensino Médio.

 

Documentos