Assessor da UPE representa o Reitor na outorga do título de Professor Emérito da UFPE ao ex-reitor Amaro Lins

Ex-reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), ex-presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), ex-secretário nacional de Educação Superior do MEC e, desde o último dia 10/10, o engenheiro Amaro Henrique Pessoa Lins é professor emérito da instituição. O Assessor Especial da Universidade de Pernambuco (UPE), José Guido Corrêa de Araújo, representou o Reitor da Universidade, Prof. Pedro Falcão, na ocasião.

Ao receber o título, outorgado em solenidade que lotou o auditório da Reitoria, o homenageado foi acolhido pelo discurso do amigo-irmão, também professor da Universidade, Fernando Jucá, que discorreu sobre seu “currículo denso por onde perpassam sempre temas ligados ao apelo social da Engenharia, com habitações de baixo custo e materiais alternativos”. A cerimônia ocorreu no Auditório Reitor João Alfredo, na Reitoria, que ficou lotado com familiares, docentes e técnicos administrativos da Universidade, que vieram prestigiar o homenageado.

Na apresentação do novo professor emérito, Jucá também destacou passagens importantes do reitorado de Amaro Lins à frente da UFPE (2003-2011) “quando ele procurou estabelecer laços fortes com os governos estadual e municipal, a fim de garantir impulso ao desenvolvimento regional”. E completou: “O caminho que Amaro seguiu foi resultado de escolhas; ele rejeitou propostas de trabalho na iniciativa privada para focar na nossa instituição. Ele merece esse título e muito mais do que isso.”

Para o reitor Anísio Brasileiro, autor da indicação do título a Amaro Lins, três aspectos envolvem a vida e passagem do homenageado na Universidade, como a democracia, a educação e o humanismo. Segundo Anísio, na gestão da Reitoria, Amaro sempre manifestou apreço e defesa por esses valores. “Como pró-reitor da sua gestão, presenciei momentos em que Amaro demonstrou ser um democrata, ao saber ouvir a comunidade acadêmica; teve visão para aproveitar a oportunidade de interiorizar a ampliar o acesso ensino superior público e, manifestou profundo pesar diante da perda de um dos nossos estudantes, em situação trágica como ocorreu com Alcides (Nascimento Lins)”, afirmou.

Com informações e foto da Ascom da UFPE.