Nature convida professor da UPE para ser editor de periódico científico

A prestigiada editora científica Nature terá como um dos seus editores um professor da Universidade de Pernambuco (UPE). Coordenador do curso de Física de Materiais, André Vilela, 37 anos, foi convidado para integrar a equipe responsável pelo conteúdo do periódico internacional Humanities and Social Sciences Communications. Os temas da publicação on-line valorizam uma abordagem multidisciplinar de temas importantes do desenvolvimento humano, como física e matemática de sistemas complexos, computação científica, finanças, Big Data, epidemias (com destaque atual para o Covid-19), política, sociedade e tecnologia.

Com três colaborações publicadas desde 2018 no periódico Scientific Reports, da mesma editora, André Vilela agora passará a receber materiais de pesquisadores de todo o mundo para avaliar se eles têm relevância para divulgação com a chancela da Nature. “Depois de uma seleção inicial feita por nós, editores, os revisores técnicos trabalham na checagem das informações. É um processo muito rigoroso.”, afirma Vilela.

Finanças, economia, redes complexas, ciências, tecnologia e sociedade são as áreas de competência do professor da UPE em relação ao periódico científico. Além de ser professor adjunto da UPE, André Vilela também é cientista visitante da Boston University (EUA) e chefe do Centro e Laboratório de Simulação em Sistemas Complexos na UPE (CLASSICO/UPE). A sua formação em Física inclui a conclusão de um bacharelado com láurea universitária, mestrado com distinção e doutorado em Física Estatística e Computacional.

Criado há dois anos, o curso de Física de Materiais da UPE busca valorizar a pesquisa científica com aplicações amplas em áreas como Física, Engenharia, Matemática e Computação. O foco é na formação de um profissional versátil, com perfil internacional, e alinhado às tendências mais recentes do desenvolvimento científico e tecnológico mundial. Um dos últimos artigos de André Vilela publicado em revista da Nature, antes de se tornar editor convidado, foi sobre comportamento e redes de informações, abordando a influência de pessoas de opiniões fortes em um processo de votação e decisão. O convite da Nature representa um reconhecimento para a produção científica nacional e um canal para a divulgação do que está sendo pesquisado nas universidades brasileiras. “A pesquisa em Física é o motor do desenvolvimento científico e tecnológico da sociedade moderna.”, afirma Vilela.