Relógio para monitoramento de idosos, berimbau, meliponicultura e leitura com detentos

 

No último sábado (19), o Univerciência mostrou como os relógios inteligentes auxiliam na qualidade de vida de pessoas da terceira idade e o som dos berimbaus que virou projeto de estudo no Instituto Federal do Maranhão (IFMA). O telespectador pode acompanhar como o Instituto Federal Baiano (IFBaiano) tem incentivado a meliponicultura e a remissão social, através da leitura para detentos no sistema prisional. Sempre aos sábados, o Univerciência é exibido também em horário alternativo às segundas-feiras, às 20h.

O projeto “Acompanhamento de idosos por meios de dispositivos vestíveis”, da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), propõe melhorias na vida das pessoas da terceira idade, através de relógios inteligentes (smartwatches). Os dados fornecidos pelo relógio auxiliam no atendimento da saúde e na qualidade de vida dos idosos.

O som do berimbau virou tema de pesquisa no Instituto Federal do Maranhão (IFMA). O objetivo é compreender o funcionamento sonoro de berimbaus e como tocam na condução das rodas de capoeira.

O Instituto Federal Baiano (IFBaiano) pretende comprovar como a meliponicultura pode ajudar na viabilidade econômica, social e ambiental através da criação de abelhas sem ferrão. A proposta tem relação com a produção de mel, própolis, pólen e resinas, mas também com a produção e a multiplicação de colmeias, com repercussão na venda de enxames, na preservação da espécie, na polinização das plantas e na conservação da biodiversidade. São estudos que acontecem em doze comunidades de cinco municípios diferentes no interior baiano.

No sudoeste da Bahia, apenados do sistema carcerário têm oportunidade de se ressocializar através do projeto "Remição pela leitura". O objetivo do projeto é entender como esses livros chegam aos internos, como está auxiliando no aprimoramento da escrita e no processo de reintegração social.

Primeiro programa brasileiro de TV e Internet dedicado à popularização da ciência produzida no nordeste brasileiro, o Univerciência foi criado em 2020 pela TV UESB (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia), e transformou-se, a partir da parceria entre a TVE Bahia e 40 instituições públicas de ensino superior de toda a região, em um conteúdo colaborativo com alcance e repercussão nacional, através da veiculação em 25 TV’s públicas, educativas, culturais e universitárias, e nos canais das emissoras e das universidades na Internet.

O programa poderá ser assistido em diferentes dias e horários nas diversas emissoras de TV aberta, em 12 estados brasileiros, além do Canal Saúde e Canal Futura, e é disponibilizado semanalmente na Internet por TVs e universidades participantes, com potencial de alcance de cerca de 100 milhões de pessoas. Entre estudantes, docentes e técnicos, as instituições que produzem o Univerciência contam com mais de 800 mil pessoas, além de mais de 8 milhões de seguidores nas redes sociais.

 

Acompanhe a TVE Bahia nas redes sociais:

Instagram.com/tvebahia

Facebook.com/tvebahia

Youtube.com/tvebahia

Twitter.com/tvebahia

 

SERVIÇO:

Programa Univerciência

Sábado (12), às 14h30. Horário alternativo às segundas-feiras, às 20h

Onde: TVE e no www.tve.ba.gov.br/tveonline