Poli/UPE faz investimento de quase R$ 300 mil

Com um investimento de R$ 282 mil, a diretoria da Escola Politécnica da Universidade de Pernambuco (Poli/UPE) entregou, ontem (08/06), à comunidade as novas instalações da Coordenação Setorial de Extensão e cultura (CSEC), salas de aulas dos blocos I e K, e Laboratórios de Informática – LIP 6 e o de Eficiência Energética, em uma solenidade que marcou o primeiro ano de gestão da diretoria, liderada pelos diretor e vice-diretor da unidade, Prof. José Roberto de Souza Cavalcanti e Prof. Alexandre Duarte Gusmão, respectivamente.

O diretor da unidade declarou que, ao comemorar o primeiro ano de mandato, a diretoria estava cumprindo uma das metas que é de melhorias na infraestrutura da instituição. “Não foram medidos esforços. E, um investimento de R$ 282 mil, sendo 40% oriundos da pós-graduação e 60% restantes da fonte 101 do governo, foi aplicado nesse segmento da Escola”, disse.

Acrescentou, ainda, que a extensão tem como objetivo transferir conhecimentos para a sociedade e vários cursos de curta duração estão programados. Finalizou dizendo que é meta da diretoria concluir a atual gestão com quatro mestrados e dois doutorados na Poli/UPE.

Já o reitor da UPE, Prof. Pedro Falcão, destacou a importância do momento de levantar os olhos e buscar uma visão larga para nossa Universidade, refletindo sua história e como se situa em relação aos seus objetivos. “A Poli/UPE ensina a todos que fazem a institutição, a essência da perpetuidade sem perda da importância e utilidade social. É a re-criação continua, mantendo a visão sempre ajustada aos desafios do tempo presente, adotando atitudes adequadas ao contexto mutante e atualizando permanentemente conhecimentos e práticas”, ressaltou o reitor.

O evento contou, ainda, com a presença do pró-reitor de Extensão e Cultura (Proec), Prof. Renato de Medeiros Moraes, do presidente do Clube de Engenharia, Alexandre Santos, além de coordenadores, docentes, alunos, servidores e convidados.

PALESTRA - “Fazer melhor o que se fez ontem nos leva ao fracasso, se não houver inovação”, proferiu o professor aposentado da UPE, Antonio Carlos Maranhão de Aguiar, na sua palestra sobre “Capacitação Tecnológica – Conhecimento para Inovação e o Desenvolvimento” ministrada na ocasião.

É necessário estímulo à educação, atualmente o número de engenheiros e tecnólogos formados no Brasil é de dez em cada 10 mil habitantes, enquanto a Coréia do Sul é de 18. “Não falta instrução”, falta educação e a universidade tem que ser um local de educação, pois não nos interessa formar pessoas instruídas, mas cidadãos instruídos, porque precisamos melhorar a qualidade da educação, mas para isso é necessário investimento global em pesquisas”, argumentou.

PREMIAÇÃO/MOSTRA - Os anais da Mostra de Extensão, Inovação e Pesquisa da Poli 2014 foi entregue ao diretor da Poli/UPE, seguido da premiação, entrega de certificados a nove alunos classificados em primeiro lugar nas categorias Iniciação Científica, Extensão/PDTE e Monitoria, e Mestrado e os quatorze professores orientadores, além de cinco voluntários.

O professor Alexandre Maciel recebeu certificado na categoria destaque docente, representando todos os professores que colaboraram naquele evento, realizado por ocasião da Semana Universitária da unidade.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Poli/UPE.

 

Os comentários estão fechados.